Imagem de ijeab por Freepik

Comprar pela Internet tem sido uma atividade cada vez mais frequente entre os brasileiros, principalmente na quarentena. Para não estourar o orçamento, conheça 5 dicas para economizar

Sair de casa para fazer compras deixou de ser uma possibilidade para a maioria dos brasileiros no momento em que o isolamento social entrou em vigor. A solução foi adaptar o consumo para o meio digital, com os e-commerces como facilitadores no processo de compra e venda. Não é à toa que as vendas online cresceram, fazendo com que o comércio em geral criasse novas formas de oferecer seus produtos. Para quem precisa adquirir algum item, é bom conhecer dicas úteis para economizar nas compras durante a quarentena.

  1. Veja ofertas em catálogos online

Um dos hábitos mais comuns entre os consumidores brasileiros é pegar o catálogo de ofertas de lojas e supermercados. Porém, com as limitações de contato, esse tipo de material não tem sido produzido na mesma quantidade. Além disso, como muitos estabelecimentos permanecem fechados, pegar um folheto de determinadas lojas não é uma possibilidade. Por isso, a dica é acessar os portais especializados em catálogos online.

Sites como Kimbino e Porta Folhetos são bons exemplos de plataformas que apresentam as versões digitais de diferentes marcas. Nesse tipo de site, o usuário pode encontrar folhetos de diversas lojas e comparar as ofertas. Quem pretende comprar móveis ou eletrodomésticos pode visualizar as ofertas da  Lojas Cem produtos online (1) e de outras redes para escolher o melhor custo-benefício.

  1. Cupons de desconto e cashback

Dois recursos virtuais que podem ser utilizados para garantir um desconto na hora da compra é o cupom e o cashback. O cupom de desconto é um promocode oferecido pelas lojas online que, ao ser inserido na etapa final da compra, atualiza o saldo e libera um preço especial. Na maioria das vezes, os vouchers promocionais são anunciados pelos próprios e-commerces, seja por pop-ups durante a navegação ou inserção do código nos menus do site.

Já o cashback funciona como um clube, em que os usuários cadastrados recebem um desconto ao realizar compras em lojas parceiras. A Méluiz é uma das maiores plataformas dedicadas ao cashback no Brasil e há quem garanta que é possível fazer uma boa economia ao comprar com este sistema.

  1. Atenção à itens que encarecem a compra

Desde que a quarentena começou, as vendas online cresceram em diferentes segmentos (2). Isso fez com que lojas que já tinham estrutura virtual ampliassem essa rede, dando especial atenção para a parte logística. E é justamente no frete que o consumidor precisa ficar de olho, já que não é difícil encontrar um custo de transporte maior do que o valor do produto.

Além do frete, existem outros elementos que podem encarecer a sua compra, como um seguro anti-furto, uma embalagem de presente especial ou mesmo uma entrega mais rápida. Cada um desses itens merecem uma avaliação individual, para que você não gaste mais do que havia planejado.

  1. Comparadores de preços

Plataformas que comparam preços de produtos são grandes aliadas daqueles que buscam economizar nas compras durante a quarentena. Dois sites bastante populares no Brasil são o Zoom e o Buscapé e, basta digitar o item que você deseja comprar para que a página apresente diferentes opções disponíveis. Se após a sua pesquisa ainda restar dúvidas sobre o custo-benefício, vale checar em um comparador de preços.

  1. Os melhores momentos para comprar

No comércio, seja virtual ou físico, existem datas especiais para quem quer economizar. Além dos períodos promocionais, como Dia das Mães, Dia dos Namorados ou Natal, existem momentos no mês em que os preços ficam mais baixos, geralmente nos últimos dias. Isso acontece porque a maioria das lojas têm uma meta de vendas. Se naquele mês a meta não estiver “fácil” de ser batida, é comum que as marcas façam promoções.

Por isso, a dica para economizar nas compras durante a quarentena é esperar tanto pelas datas especiais quanto pelo final do mês. Agora, se aguardar por esses momentos não for possível, o jeito é recorrer às dicas dadas anteriormente.

Imagem de Tirachardz por Freepik

Com a renda mais baixa causada pela crise econômica (3), comprar online pode permitir que você reduza os seus gastos. De fato, tudo o que o consumidor precisa fazer é estar atento às oportunidades e aplicar algumas dicas simples. Fazer compras inteligentes é a melhor forma de manter o orçamento em dia, livre de complicações nas finanças.

Fontes:

Curtir isso:

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Entretenimento

Deixe uma resposta

Leia também

Depois de mais de 220 dias fechado, Cine Plaza Itu reabre nesta sexta-feira

Salas serão reabertas após mais de 220 dias (Foto: Arquivo) Depois de mais de 220 dias fec…