Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Motivos seriam mudança no governo federal e atraso nas reformas
Investimentos anunciados na região caem em 2019
Nova loja da Havan está sendo construída em Itapetininga. Crédito da foto: Divulgação Havan

O valor total dos investimentos anunciados para a Região Administrativa (RA) de Sorocaba caiu 54% no primeiro semestre de 2019 na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo a Pesquisa de Investimentos Anunciados no Estado de São Paulo (Piesp), divulgada pela Fundação Seade, enquanto no primeiro semestre de 2018 o valor total dos investimentos anunciados para a RA de Sorocaba foi de R$ 1 bilhão, no mesmo período de 2019 somou R$ 540,7 milhões, pouco mais que a metade.

No acumulado nos quatro últimos trimestres, a RA de Sorocaba (que na delimitação da Fundação Seade compreende 47 municípios) soma R$ 724 milhões em investimentos anunciados. O valor coloca a RA na sexta posição entre as regiões do Estado.

Ainda de acordo com a pesquisa, o número de empreendimentos também foi menor no primeiro semestre de 2019 em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto nos seis primeiros meses deste ano a RA de Sorocaba recebeu o anúncio de 13 empreendimentos, nos setores de comércio, indústria e infraestrutura, no primeiro semestre de 2018 foram 17.

Leia mais  Confiança do comércio tem alta de 0,1% em outubro

No primeiro semestre de 2019 a RA de Sorocaba, conforme a Piesp, recebeu anúncio de cinco empreendimentos comerciais, quatro industriais e quatro de infraestrutura, entre eles R$ 20 milhões para a instalação de uma loja da Havan em Itapetininga; e R$ 300 milhões para projeto de processamento a seco de resíduo da produção de alumina na Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), em Alumínio.

Já no mesmo período do ano passado, a RA de Sorocaba recebeu anúncio de sete empreendimentos industriais, sete comerciais e três de infraestrutura, como R$ 303 milhões para a instalação em Sorocaba da indústria de faróis e lanternas Nal; R$ 150 milhões para abertura de centro de distribuição e segunda unidade das Lojas Cem em Salto, e R$ 395 milhões para o Consórcio BRT Sorocaba (corredores de ônibus rápido).

Investimentos anunciados na região caem em 2019
A CBA, em Alumínio, implantou processo industrial a seco. Crédito da foto: Divulgação CBA

De acordo com a Fundação Seade, a Piesp reúne dados preliminares sobre os anúncios de investimentos levantados pela pesquisa, com base em anúncios de investimentos feitos na imprensa por empresas privadas e públicas. “Além disso, as informações contidas nos artigos publicados são confirmadas e complementadas em contato feito com as empresas responsáveis pelos investimentos”, diz a entidade.

Leia mais  Governo quer fomentar desenvolvimento econômico na Amazônia

Para o diretor do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) Sorocaba, Erly Domingues de Syllos, a mudança de governo em nível federal e o atraso na aprovação de reformas importantes, como a da Previdência, provocaram a queda de investimentos para Sorocaba e cidades da região.

“As empresas, nacionais e estrangeiras, estão com os projetos prontos e guardados na gaveta, esperando sinais mais claros de melhora da economia brasileira. Enquanto isso, o Ciesp Sorocaba conseguiu junto ao governo municipal a elaboração de leis de incentivo às empresas para incentivar ainda mais o interesse os investidores na cidade e região. Sorocaba está preparada e possui fatores de atração de empresas como excelente localização e logística, mão de obra qualificada e legislação favorável. Assim que o governo federal concluir as reformas necessárias os investimentos devem voltar”, acredita. (Ana Cláudia Martins)

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Entretenimento

Deixe uma resposta

Leia também

Após denúncia, área que abrigava Aeroclube recebe manutenção

Aeronaves estacionadas irregularmente foram retiradas do local que pertence à Prefeitura. …