Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Por Daniel Nápoli

Nova faixa de pedestres vem preocupando moradores quanto a segurança

A retirada das faixas de pedestres da rotatória próxima ao Plaza Shopping Itu, nas imediações dos bairros Jardim Paraíso I e São Luiz, que dava acesso direto à Praça Maria do Carmo Rodrigues Navarro, está gerando reclamações junto a moradores e demais pedestres que transitam pela região.

Mesmo sem as faixas, pedestres seguem atravessando pelo local, apesar dos dois avisos colocados pela Prefeitura de Itu alertando sobre os riscos de atropelamento. Para Edna Mariano, de 34 anos, que precisa transitar entre o Paraíso I e o São Luiz diariamente, a passagem por meio da praça é necessária.

“Todo dia terei que levar e buscar minhas filhas na escola. As faixas foram retiradas e colocadas em outro ponto que ficou ainda mais arriscado. Nenhum veículo respeita e passa em alta velocidade. Para atravessar de um ponto ao outro, levamos até 15 minutos”, pontua a dona de casa.

As novas faixas ficam situadas na entrada da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), o que, ainda de acordo com a dona de casa, só gerou preocupação. “Se a Prefeitura achava que do jeito anterior o risco era grande de atropelamento, agora é muito maior. É preciso uma nova mudança, urgentemente”, desabafa. Outras pessoas que trabalham ou moram nas imediações também comentaram sobre as dificuldades de acesso, porém não quiseram se identificar.

A reportagem do Periscópio também esteve em contato com a Prefeitura de Itu para saber a respeito das mudanças realizadas no local. De acordo com o diretor municipal de Trânsito, Hélio Tomba Júnior, “já apagamos as faixas antigas e pintamos novas faixas ao redor da rotatória. A rotatória é dinâmica e não para. É ela que ordena o trânsito naquele local”.

Ainda de acordo com Tomba, a mudança foi necessária para se fazer um reparo. “As faixas no local haviam sido criadas erroneamente e até o Ministério Público chamou atenção sobre isso, devido ao alto risco de atropelamentos. Agora, seguindo o Código Brasileiro de Trânsito, fizemos as pinturas de todas as faixas ao redor da rotatória, em locais adequados, garantindo mais visão aos pedestres e motoristas”.

O diretor de Trânsito acrescenta: “Numa segunda fase, pretendemos implantar faixas elevadas na área, garantindo ainda mais segurança a todos”, conclui.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Entretenimento

Deixe uma resposta

Leia também

Maringá tem o novo recordista brasileiro do salto em altura

O maringaense Renan de Lima Gallina, de 15 anos, foi destaque das disputas do Campeonato B…