O Banco do Povo concederá R$ 25 milhões de reais em linhas de microcrédito para empreendedores de pequenos negócios para auxiliar as empresas paulistas no enfrentamento dos impactos financeiros do coronavírus (covid-19). Estas condições serão válidas até o dia 30 de abril de 2020, podendo ser prorrogada.

A linha de microcrédito do Banco do Povo, que já é competitiva, tem agora redução da taxa de juros de 1% para 0,35% ao mês. O prazo para pagamento passa de 24 para 36 meses, já incluindo o prazo de carência, que também aumenta de 60 para 90 dias. Além disso, o limite de concessão de crédito sem avalista passa de mil para três mil reais.

Mediante análise de crédito e comprovação de endereço, podem realizar os empréstimos pessoas jurídicas de micros e pequenos negócios formais (MEI, ME, LTDA, EIRELI) e também microempreendedores urbanos e rurais, inclusive do setor informal.

Os interessados devem comparecer na Unidade do Banco do Povo de Salto, que fica localizado no Atende Fácil, na rua José Revel, 270 – Centro.

O Banco do Povo Paulista (BPP), é um programa de microcrédito implantado pelo Governo do Estado de São Paulo em 1998. É o maior programa estadual de microcrédito do Brasil e tem como objetivo promover geração de emprego e renda, por meio da concessão de microcrédito para o desenvolvimento de pequenos empreendimentos.
O financiamento do Banco do Povo Paulista se destina a empreendedores formais ou informais, cooperativas ou formas associativas de produção ou trabalho. Seu financiamento tem excelente custo benefício para quem precisa do apoio do o programa de microcrédito.

Compartilhe esta notícia:






Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Hospital de Prudente registra ampliação nos atendimentos ligados ao câncer de mama

Unidade de saúde do interior do estado de São Paulo registrou um salto de 61,8% nos dados …