O governador João Doria (PSDB) anunciou nesta sexta-feira (7) que 9 regiões do estado progrediram de fase de reabertura no Plano São Paulo. Com a atualização, 86% da população se encontra na fase amarela.

Avançaram de fase de liberação as regiões de Campinas, Araçatuba, Bauru, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista, Sorocaba e Taubaté. Essas regiões somam 15 milhões de habitantes..

“Uma ótima notícia que mostra a nossa evolução no controle da pandemia. Continuamos trabalhando pela flexibilização de forma segura e tranquila”, disse o governador.

Ribeirão Preto e Piracicaba tinham situação mais grave e estavam na fase vermelha, a de alerta máxima, mas mudaram direto para a fase amarela, sem passar pela laranja. Para que um local seja incluído na fase amarela, segundo o plano de reabertura, é preciso (dentre outras coisas) que a ocupação de leitos seja de até 80%.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, o principal indicador que possibilitou a mudança do status dessas regiões foi o aumento na capacidade hospitalar. “Todas essas regiões pelo menos dobraram seus leitos de UTI nesse processo”, afirmou.

Essa última atulaização registrou o segundo maior salto de população em áreas de maior flexibilização do plano. Em 31 de julho, 52,3% dos paulistas estavam em regiões na faixa amarela. O percentual subiu para 86,1% nesta sexta.

A mudança só perde para quando, em 26 de junho, a capital e mais duas regiões da Grande São Paulo avançaram na flexibilização, fazendo com que o estado mudasse de 0% para 35,2% das pessoas na fase amarela.

Houve regressão de fase, no entanto, na região oeste da Grande SP, que passou do amarelo para o estado laranja. Apesar de estar com a ocupação de leitos de UTI em 57,2%, o número de óbitos por coronavírus aumento nessa área.

Com a reclassificação anunciada nesta sexta, apenas duas regiões permanecem no estado vermelho, de alerta máximo: Franca e Registro.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

ONG João de Barro abre 185 vagas para cursos profissionalizantes

As inscrições podem ser feitas presencialmente na sede da ONG João de Barro A ONG João de …