Os veículos que compõem a frota da Prefeitura de Salto abastecem com etanol desde 2017, quando foi sancionada a Portaria nº 398, cuja determinação obriga o abastecimento deste tipo de combustível. A portaria também regulamenta, que outros combustíveis podem ser utilizados em questões específicas.

Essa medida visa contribuir com a redução de emissão de gás carbônico para atmosfera, visando melhorar a qualidade do ar e minimizar o aumento do efeito estufa na região. A medida já contribuiu e continua contribuindo com a redução de emissão de gás carbônico oriundos do consumo de combustível. Desde então, com essa pequena ação municipal, a Prefeitura vem quantificando a redução de 65% de CO2 emitido na atmosfera saltense a cada ano.

Usando dados de emissões mínimos para os combustíveis comparados (etanol x gasolina) e tomando como cálculo o ano inteiro de 2020, a prefeitura consumiu aproximadamente 209 mil litros de etanol. Se esse gasto fosse com gasolina e considerando que o poder calorífico do etanol é de aproximadamente 70% do poder da gasolina o gasto seria em aproximadamente 146.300,00 litros e a emissão seria de 292.600,00 quilogramas dióxido de carbono na atmosfera, com etanol a emissão é de 102.410,00 quilogramas de dióxido carbono. Sendo assim, conclui-se que houve uma redução de aproximadamente 65% na emissão do dióxido de carbono para atmosfera, ou seja 190.190,00 quilogramas de dióxido de carbono a menos na atmosfera no período estudado.

A ação também faz parte das tratativas e ações do município em relação ao Município VerdeAzul.

Compartilhe esta notícia:





Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Traficante na lista dos mais procurados do Ceará morava em casa de luxo alugada no interior de SP

1 de 1 Traficante foi preso em Salto, no interior de São Paulo — Foto: Arquivo Traficante …