Atualizada às 13h25. Investigação realizada pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) aponta que o Padre Robson de Oliveira, fundador-presidente da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) e reitor da Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade, é líder de grupo que teria movimentado pelo menos R$ 120 milhões de forma suspeita. O dinheiro é ligado a mo…

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

O salto digital e quântico do Bradesco

A calça jeans e a camisa polo preta com um logotipo estampado na altura do peito não costu…