Alegando que a direção do caminhão-pipa emperrou, o motorista que tombou o veículo numa zona rural de Salto Grande, em São Paulo, foi liberado após audiência de custódia. Ele chegou a ser preso por homicídio culposo.

O acidente que vitimou duas crianças, de 9 e 10 anos, aconteceu no final da tarde da última quinta-feira (4). De acordo com informações do G1, a polícia explicou que elas estavam em um cercadinho que fica em cima do caminhão.

Na explicação do motorista, que não tinha habilitação para dirigir veículos pesados, a direção emperrou e ele teria perdido o controle, vindo a tombar em uma plantação de soja.

“Ele alega que perdeu o controle da direção, que a marcha não entrou e que a direção emperrou. Ele perdeu o controle e, no local, a estrada é mais alta que os barrancos. Como o caminhão estava lotado de água quando ele perdeu o controle, ele foi pelo barranco e aí facilitou o tombamento”, explica o delegado Gabriel Ulisses Salomão.

As crianças não resistiram ao impacto e morreram no local. O motorista teria sido socorrido com ferimentos leves, mas estando em estado de choque.

O motorista foi preso em flagrante por homicídio culposo. De acordo com a polícia, houve imprudência do homem que sabia da presença das crianças em cima do veículo. Uma das crianças era filha do dono do caminhão e a outra era filho de um funcionário do dono.

A Perícia, mesmo com a versão do motorista, vai investigar as causas do acidente.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Mulher reage a agressão e mata ex-namorado a facadas em Salto

1 de 1 Caso foi apresentado na delegacia de Itu — Foto: Carolina Abelin/TV TEM Caso foi ap…