A mulher baleada na cabeça pelo ex-marido em Salto (SP) teve morte cerebral, segundo confirmado da família. O homem tentou matar a ex-esposa, assassinou a vizinha dela na frente dos dois filhos da vítima, de dois e quatro anos, e depois cometeu suicídio, no dia 28 de setembro. A matéria foi publicado pelo Comando Notícia e a equipe também esteve no local para mostra o fato ao vivo.

Segundo amigos, Adriana Correia foi atingida por um tiro no olho direito. Ela ficou em coma por vários dias e, nesta segunda-feira (5), foi constatada a morte encefálica, de acordo com a família.

Conforme informações da Polícia Militar e de testemunhas, no dia do crime, Claudemir Pereira, de 45 anos, bateu no carro em que estava Ângela Muczinski, que era vizinha e amiga de Adriana, e a abordou.

Em seguida, Ângela saiu do veículo e foi baleada, no bairro da Estação. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Os dois filhos dela presenciaram o crime. Assustadas, as crianças foram para um restaurante do bairro.

Na sequência, o homem seguiu para um pet shop no Jardim Arco Íris e atirou contra a ex-mulher, que foi encaminhada em estado grave ao hospital. Um dos animais que estava no local também morreu.

Segundo testemunhas, Ângela encorajava a colega a se separar do atirador. Após atingir a ex-companheira e a vizinha dela, o suspeito cometeu suicídio.

Foto: arquivo Comando Notícia.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Confira entrevista com Capitão Dias, candidato a prefeito de Itu

O Periscópio realizou entrevistas com todos os candidatos a prefeito de Itu nas …