“A proposta da marca é recebermos 2021 de uma maneira diferente: é um convite para que cada um faça suas reflexões individuais, que tantos de nós tivemos durante 2020. Analisar quais hábitos devemos manter nas nossas vidas e quais devemos abandonar. Reconhecendo o valor das pequenas coisas, buscando mudanças e valorizando a beleza do cotidiano. Tirar as ideias do papel e transformar em atitude”
, conta Marina Rocha, diretora de marketing de Coca-Cola no Brasil. 

 
A primeira etapa começou no dia 27 de dezembro, com o lançamento de “Poema”, um filme emocionante que convida o público a valorizar o que realmente importa“Estar aberto pro melhor é um estado de espírito. Trazer esse convite em forma de um poema é algo muito simbólico para nós, pois reafirma os valores de Coca-Cola, que é sempre tão emocional e otimista, mesmo em tempos tão incertos.“, completa a diretora de marketing.

Para trazer ainda mais força, no Brasil, “Poema” será narrado por Djonga. Considerado um dos principais nomes do rap nacional, Djonga é um artista que busca um mundo diferente, mais inclusivo e diverso e, assim como a Coca-Cola, também é cheio de intenções e resoluções. A voz dele vem para completar essa história, trazendo ainda mais força e significado para esse convite que estamos fazendo a todos os brasileiros.
Djonga filme "Poema" da Coca-Cola

 

“Abertos pro Melhor” é também um importante passo ligado à acessibilidade: pela primeira vez, um filme da marca contará com legendas, em closed caption, tradução em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) no país, ampliando ainda mais o convite proposto. 

“Poema” também será veiculado em emissoras de TV´s e salas de cinema em mais de 85 cidades, além de ser disponibilizado em todas as plataformas digitais da Coca-Cola nas versões de 60’’, 30”, 15” e 6”. 

Fonte: Sorocaba Refresco

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Salto e Porto Feliz anunciam locais para vacinação e pré-agendamento

As cidades de Salto e Porto Feliz deram as primeiras informações sobre as vacinações nos m…