Materiais apreendidos vão auxiliar nos próximos passos da investigação

A Polícia Civil de Poços de Caldas instaurou inquéritos para localizar e prender uma quadrilha de estelionatários que agia na cidade durante os últimos meses. Após a investigação e com o apoio da Polícia Civil de Indaiatuba (SP) e Salto (SP), uma operação foi desencadeada nesta terça-feira (18) com a prisão de suspeitos.

Publicidade

A operação, batizada de Contragolpe, investiga a atuação da quadrilha especializada em aplicar o golpe do motoboy. O criminoso, se passando por um entregador ou investigador da polícia, vai até a casa das vítimas recolher cartões e senhas. A maioria é de pessoas idosas, que recebem ligações em seus telefones fixos de estelionatários que já dispõem de informações privilegiadas sobre dados bancários.

“Com esse material eles (estelionatários) passam a fazer empréstimos, saques, transferências bancárias, gerando um enorme prejuízo financeiro às vítimas. Em dois meses de investigação identificamos uma movimentação superior a R$ 5 milhões”, explica o delegado Thiago Henrique do Nascimento Moreira, de Poços de Caldas, que chefia as investigações.

Delegado de Poços esteve nas cidades paulistas para dar cumprimento aos mandados de prisão

As diligências mostraram ainda que a base da quadrilha é em Indaiatuba e que os golpes eram aplicados em Minas Gerais, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e São Paulo. Por isso a operação desta terça-feira teve por objetivo desmantelar a estrutura da organização criminosa. “Durante as investigações conseguimos prender duas pessoas em flagrante delito em Minas e uma em Cuiabá”, relata o delegado.

Oito pessoas foram presas e ainda foram apreendidos veículos, motocicletas, drogas, dinheiro, aparelhos telefônicos e computadores com dados de potenciais vítimas. Agora as investigações continuam para identificar como os criminosos conseguiam os dados bancários. Vale lembrar que nesta ocasião os dados eram todos de clientes da Caixa Econômica Federal. A polícia conseguiu ainda, junto à Justiça, fazer o bloqueio de bens móveis e imóveis de todos os investigados. Outras duas pessoas foram autuadas em flagrante, acusadas de tráfico de drogas, após apreensão de um tablete de cerca de 1 kg de maconha, balanças de precisão, dinheiro e anotações relacionadas ao tráfico.

Vaga de Emprego
Vaga de Emprego
Vaga de Emprego

Quer receber as notícias do Poços Já direto no WhatsApp?

Clique aqui e entre em um de nossos grupos.



Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Bandidos assaltam farmácia e cliente no calçadão do Cecap

Mais um assalto à farmácia foi registrado. Dessa vez, o roubo aconteceu no Boulevard no ba…