Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.

Com o período de férias escolares, a Defesa Civil de Salto reforça as mensagens de combate ao uso de cerol e outras linhas cortantes utilizadas para soltar pipas e similares.
Durante o último feriado prolongado, a Polícia Militar, a Guarda Municipal e a Defesa Civil agiram na apreensão de linhas chilenas e cerol que após as denúncias de comercialização desses materiais. Na quarta-feira (19), no Jd. Santa Lúcia foram recolhidos 110 carretéis em uma loja. No domingo (16), foram apreendidos 148 carretéis em outro estabelecimento, no Jd. Marília. No mesmo dia, a GCM retirou linhas chilenas e cerol que jovens do Bairro São Gabriel utilizavam e em conversa com os pais, os guardas reforçaram a orientação quanto aos riscos de utilização deste material.
Segundo o coordenador da Defesa Civil, Orlando Neri, é de extrema importância a consciência, principalmente dos pais e responsáveis, de que as crianças evitem o uso do cerol, pois as consequências podem ser enormes. “Por isso, demos início a um trabalho junto à GM e à PM de fiscalização e repreensão ao comércio e ao uso do cerol, mas temos que contar com a colaboração de todos, para evitar acidentes principalmente com ciclistas e motociclistas.
Toda a apreensão foi destinada a Defesa Civil que fará incineração do material. A legislação proíbe a comercialização e o uso do cerol pela Lei 7.189 de 1996.

Compartilhe esta notícia:






Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Residência e comércio são furtados durante a madrugada

Na madrugada de sábado (30) bandidos invadiram uma residencia na rua Carlos Drumond de And…