Rio Preto vive epidemia de dengue ao confirmar mais de 700 casos

Rio Preto vive epidemia de dengue ao confirmar mais de 700 casos

A Secretaria de Saúde de São José do Rio Preto (SP) confirmou que a cidade vive uma epidemia de dengue neste começo de ano. A pasta divulgou que houve um salto de 300 para 1.252 casos positivos da doença.

No início da manhã desta sexta-feira, a secretaria afirmava que os casos eram mais de 700, mas o balanço oficial, divulgado no fim da manhã desta terça, confirmou os mais de 1,2 mil. O número já é maior do que o ano passado inteiro, quando Rio Preto teve 1.015 casos positivos.

“Como epidemia agora muda muito, veio em um crescente e a tendência é crescer ainda mais, as ações precisam ser antecipadas e intensificadas, como mutirão e criar maneiras para tratamento das pessoas doentes”, afirma o secretário de Saúde Aldenis Borim.

Secretaria de Saúde confirma que Rio Preto enfrenta epidemia da dengue neste ano

Secretaria de Saúde confirma que Rio Preto enfrenta epidemia da dengue neste ano

Em janeiro, a Vigilância Epidemiológica tinha confirmado 303 casos positivos de dengue. Até então, eram 1.655 notificações da doença, dos quais 1.184 estavam sendo investigados e outros 168 foram descartados.

Apesar de a epidemia estar confirmada, o próprio secretário de Saúde do município já alertava para a situação com a projeção de 20 mil casos da doença.

“A tendência é aumento de casos nas próximas semanas, a gente costuma ter esses números em março, mas esse ano começou cedo os casos de dengue e acreditamos que em março teremos um mês muito complicado”, diz o secretário.

Além disso, a cidade já registrou duas mortes por causa da doença recentemente. As vítimas são um idoso de 66 anos, que morreu neste ano, e outro um homem de 38 anos, que morreu no ano passado, mas a causa da morte foi confirmada neste ano.

A Secretaria de Saúde confirmou nesta sexta-feira mais uma morte por dengue de 2019. A vítima é uma mulher de 82 anos, que apresentava comorbidades. Os primeiros sintomas apareceram em 31 de janeiro e a morte foi no dia 2 de fevereiro.

Os resultados de exames preliminares confirmaram o óbito para o sorotipo 2. As amostras de sangue foram enviadas ao Instituto Adolfo Lutz e seguem em investigação.

Índice Breteau

A prefeitura de Rio Preto divulgou nesta sexta-feira (15) o Índice Breteau, que é o índice de infestação de larvas do Aedes aegypti na cidade.

Segundo a prefeitura, Rio Preto contabiliza 3,7%, que significa que a cada 100 casas, 3,7 delas têm pelo menos um foco do Aedes aegypti. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o índice tolerável é de 1%.

Alguns bairros da cidade apresentam índice acima de 5% e a maioria deles ficam na região Norte, como é o caso do bairro Solo Sagrado, que contabiliza 9,5% no Breteau. O Cidade Jardim apresenta índice de 7,9%; Gonzaga Campos tem 6,9%; Parque da Cidadania 5,9%. O Distrito de Talhado contabiliza 5,6% e o Gabriela 5,1%.

Para tentar combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, neste sábado (16) a cidade terá um mutirão en vários bairros.

Os agentes estarão identificados com crachá, calça azul e camiseta branca, com logotipo da prefeitura. Durante a vistoria, os agentes vão acabar com os possíveis criadouros.

Para o primeiro dia de mutirão, a expectativa é que 230 agentes de saúde estejam em campo para vistoriar 7.500 imóveis. A ação ocorrerá das 8h às 14h. Os bairros vistoriados serão:

  • Santo Antônio
  • Vetorazzo
  • Estoril
  • Solo Sagrado
  • Vila Toninho
  • Jaguaré
  • Lealdade e Amizade
Agente visita casa em Rio Preto para combater a dengue — Foto: Reprodução / TV TEM Agente visita casa em Rio Preto para combater a dengue — Foto: Reprodução / TV TEM

Agente visita casa em Rio Preto para combater a dengue — Foto: Reprodução / TV TEM

Artigos relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Desvendamos a fórmula de sucesso da Ypê

Ao completar 60 anos, a Ypê mostra na prática o que é fazer o Marketing de forma holística…