A ocupação de leitos de terapia intensiva chegou à capacidade máxima em 63 dos 645 municípios paulistas, informou hoje o governo paulista. Segundo o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, as unidades hospitalares públicas nessas regiões atingiram 100% da ocupação das UTIs.

Ele lembrou que, em 22 de fevereiro, na Grande São Paulo, a taxa era de 68,8% em relação às UTIs. Já no Estado, ressaltou, estava em 66%, com um total de 6.410 pacientes.

Decorridas três semanas, observou o secretário, essa taxa de ocupação no Estado de São Paulo passou a 88,9% e, na Grande São Paulo, a 90%, tendo 10.244 pacientes internados em leitos de UTI.

“Isso significa um aumento de 3.834 pacientes em relação a três semanas atrás. Portanto, uma média de 180 novos pacientes diariamente sendo acolhidos pelo nosso sistema de saúde”, disse ele, durante entrevista coletiva do governo estadual.

Ele informou que, em relação ao pico da primeira onda, com o máximo de 6.250 pacientes internados, o incremento no número de paciente internados já atinge 63,9%, salto de 10 pontos percentuais em relação à semana passada.

Segundo o secretário, foram adicionados ao sistema assistencial mais de 1.118 leitos desde a semana passada, sendo 700 de UTI. Gorinchteyn detalhou que, somando-se os quatro hospitais de campanha em funcionamento, os 11 anunciados na semana passada, mais a unidade anunciada hoje, São Paulo vai contar com 16 unidades em atendimento até o dia 31.

De acordo com o governo do Estado, 900 profissionais da saúde vão trabalhar na unidade que funcionará em Santa Cecília. Esse hospital vai empregar 900 profissionais de saúde, com investimento mensal de R$ 12 milhões e previsão de funcionamento em 15 dias. A unidade vai ficar em instalações privadas cedidas por regime de comodato, sem custo aos cofres públicos.

Hospital de campanha de Santo André para pacientes de covid — Foto: AP Foto/Andre Penner

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Prefeitura de Salto rescinde contrato com empresa responsável pela Zona Azul na cidade

1 de 1 Prefeitura de Salto rescinde contrato com empresa responsável pela Zona Azul na cid…