A música abrange todos os aspectos emocionais, principalmente na vida de um ser humano, lembrando que a música é a principal arte em todo o mundo. Oferece oportunidades educativas que permitem o exercício da criatividade e do comprometimento com o desenvolvimento da aprendizagem“. Com essas palavras o jovem saltense Guilherme Perez, ex-aluno do Conservatório Municipal “Maestro Henrique Castellari”, falou ao TERRATAVARES sobre a importância de ganhar o “Prêmio-Concerto” do Festival de Inverno de Campos de Jordão.

O prêmio permite agora ao jovem saltense Guilherme – um dos “spallas” (primeiro-violino) da Orquestra Jovem do Estado de São Paulo – o direito de se apresentar na próxima edição do Festival de Inverno de Campos de Jordão, como solista principal acompanhado de uma orquestra ou em um recital, tendo seu nome estampado na programação oficial do festival.

Foi uma honra ser um dos seis escolhidos deste importante prêmio, para ter seu nome na programação oficial do Festival de Inverno de Campos de Jordão como solista ou então fazendo um recital. Sem nenhuma dúvida vai ser um desafio e mais um marco para minha carreira“, disse Guilherme.

O jovem violinista disse-nos ainda, que em agosto de 2022 pretende fazer seu mestrado na Europa e concluiu: “até lá continuo na Orquestra Jovem do estado de São Paulo e aperfeiçoando sua técnica com a renomada Elisa Fukuda, da famosa Camerata Fukuda“.

Ele ainda nos falou sobre seu grande interesse em se apresentar em Salto, como integrante de um quarteto de cordas, da própria Orquestra Jovem do Estado de São Paulo, num evento que pode ser viabilizado futuramente.

_______________________

NOTA DA EDITORIA: Essa notícia mostra como a arte pode mudar a vida de um cidadão. Uma mãe, percebendo que seu filho tinha aptidão para a música, leva-o ao Conservatório Municipal “Maestro Henrique Castellari”. Lá é feito um excelente trabalho de ensinamento a uma criança. Anos mais tarde, Guilherme consegue entrar para a Orquestra Jovem do Estado de São Paulo e ainda se torna um dos “spallas” da orquestra. Nesse ínterim, ganha importantes prêmios e está pronto para ser reconhecido nacionalmente. O prêmio do Festival de Inverno de Campos de Jordão nos mostra isso. Agora, os horizontes são maiores. Guilherme já vislumbra a necessidade de um aprimoramento ainda maior, na Europa. Sua profissão para a vida está definida: VIOLINISTA. Percebam como a Arte mudou a vida desse jovem. Isso é Ação Cultural.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Santander assume folha de pagamento da prefeitura de Salto e atende servidores para abertura de contas

O Banco Santander venceu a licitação para assumir o serviço de pagamento de salários de 2.…