Motorista Otaviano e estudante Mikaela morreram no acidente em Itu — Foto: Reprodução/Facebook Motorista Otaviano e estudante Mikaela morreram no acidente em Itu — Foto: Reprodução/Facebook

Motorista Otaviano e estudante Mikaela morreram no acidente em Itu — Foto: Reprodução/Facebook

Os corpos das duas vítimas do acidente entre uma carreta e uma van que transportava universitários na Rodovia Archimedes Lammoglia, em Itu (SP), foram enterrados na manhã desta quinta-feira (21) em Sorocaba (SP).

A estudante de publicidade e propaganda Mikaela Cristina de Oliveira Sanches, de 20 anos, é velada na Ossel do Jardim Simus e foi enterrada no Cemitério Santo Antônio, às 8h30.

O enterro do motorista da van, Otaviano Faustino dos Santos, de 56 anos, foi realizado no mesmo horário, no Cemitério Aparecidinha. O corpo dele foi velado na Ossel Central.

Mikaela e Otaviano morreram no percurso entre Salto (SP), onde fica a universidade, e Sorocaba, para onde o grupo de universitários seguia. Outros 10 passageiros que estavam na van foram socorridos e levados para hospitais de Itu, Salto e Sorocaba. Três deles permanecem internados.

O estado de saúde de uma das feridas, que está em um hospital particular no Centro de Sorocaba, é considerado grave. Segundo a família, ela teve múltiplas fraturas e está em coma induzido, respirando com a ajuda de aparelhos, sob vigilância 24 horas de enfermeiros e médicos. Não há previsão de alta.

Uma jovem está em outro hospital particular de Sorocaba com uma fratura no quadril aguardando por uma cirurgia e um rapaz está na Santa Casa de Itu. O estado dele é estável, segundo os médicos.

Uma das sobreviventes do acidente, a aluna de cinema Andressa Bolzani contou que só viu a traseira do caminhão se aproximando e que o motorista tentou diminuir e desviar, mas não deu tempo. Depois disso, ela desmaiou. A estudante disse que sofreu alguns ferimentos e já teve alta.

Acidente entre van e carreta deixou dois mortos e 10 feridos em Itu — Foto: João Vitor/Arquivo pessoal Acidente entre van e carreta deixou dois mortos e 10 feridos em Itu — Foto: João Vitor/Arquivo pessoal

Acidente entre van e carreta deixou dois mortos e 10 feridos em Itu — Foto: João Vitor/Arquivo pessoal

Antes do início dos velórios, amigos e parentes se reuniram para prestar a última homenagem às vítimas do acidente. No velório de Mikaela, todos estavam muito abalados. A irmã mais nova recebeu um abraço coletivo e o namorado também foi amparado. O pai da menina é da Marinha e teve o apoio de vários amigos.

Para os jovens que estudaram com Mikaela em uma escola técnica, ficaram na memória os bons momentos ao lado da amiga.

“Era uma pessoa muito humilde, muito simples, era uma pessoa muito compreensiva, todas as pessoas em volta dela ela tratava bem”, conta Eric Dallastella Nantes dos Santos.

“O que mais me lembra ela é que ela sempre chegava para mim, perguntava se eu estava bem, conversava um pouco comigo, como ela fazia com todo mundo, com a maioria da sala. Foi um baque, porque ninguém imagina acontecer isso com alguém próximo tão de repente”, lembra Jorge Augusto Rezende dos Santos.

A batida entre a van de universitários e a carreta deixou dois mortos e 10 feridos. O acidente aconteceu por volta das 23h de terça-feira (19), na altura do quilômetro 20 da SP-75, em Itu, na pista sentido Sorocaba.

Segundo a polícia, o caminhoneiro disse que trafegava pela via na faixa da direita quando sentiu um forte impacto. A van transportava universitários que voltavam do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio (Ceunsp).

Mikaela morreu no local e Otaviano chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a polícia, somente o laudo da perícia vai poder apontar as causas da batida.

As duas faixas da rodovia foram interditadas para o atendimento da ocorrência. A concessionária que administra a via informou que a via ficou fechada por cerca de duas horas.

Vítimas de acidente com van de estudantes são veladas em Sorocaba

Vítimas de acidente com van de estudantes são veladas em Sorocaba

Futuro promissor

“Era uma mulher que, com 20 anos, estava na segunda faculdade e era a responsável por todo o marketing de uma loja. Era uma excelente fotógrafa, designer e já tinha o dom antes mesmo de fazer o curso, que entendia a necessidade de batalhar pelos direitos femininos e fazia isso diariamente, estava vivendo um grande amor e pretendia casar”, lamentou ao G1.

Amigo há mais de 10 anos de Otaviano, Olivaldo da Rocha, que também faz transporte de universitários na região de Sorocaba, contou que passou pelo local logo depois do acidente.

“Eu vi a van no canteiro central e a carreta parada no acostamento. A via não estava interditada. Nem imaginei que fosse ele”, diz.

Olivaldo conta que se encontrava todos os dias com o amigo e que havia conversado com ele na segunda-feira (18).

O Ceunsp decretou luto de três dias e suspendeu as aulas para os alunos da turma de Mikaela no curso de publicidade e propaganda. Confira a nota da faculdade na íntegra:

“Em relação ao acidente envolvendo uma van escolar na noite de ontem (19/03), na região de Itu (SP), o Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – CEUNSP confirma que entre as vítimas estão alunos da Instituição, entre eles a estudante de Publicidade e Propaganda Mikaela Cristina de Oliveira Sanches, que faleceu em decorrência do acidente. Em memória e respeito, o CEUNSP decretou luto de três dias. Hoje (20/3) e amanhã (21/3), a turma de Mikaela será dispensada das aulas. As demais atividades do campus serão mantidas para o cumprimento do calendário acadêmico. O CEUNSP esclarece ainda que não possui parceria com nenhuma empresa de transporte de alunos. A Instituição, assim como toda a sua comunidade acadêmica presta condolências à família e amigos de Mikaela, e se solidariza com os demais envolvidos na fatalidade.”

Na noite de quarta-feira, no pátio da faculdade, os estudantes fizeram uma homenagem às vítimas e aos colegas que se machucaram no acidente.

Artigos relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Paratletismo de Taubaté está no Open Grand Prix

O paratletismo de Taubaté está novamente participando de uma tradicional competição brasil…