Os cursos gratuitos ocorrem na Escola Móvel Senai, cuja carreta ficará estacionada no Complexo Argos, na Vila Arens, região de fácil acesso à população. O curso de Auxiliar Mecânico de Manutenção segue até o final de setembro, com duas turmas, sendo uma de manhã e outra à tarde. 

“O Fundo Social é um grande parceiro do Senai porque nos auxilia a direcionar as nossas ações às pessoas que, de fato, necessitam de uma primeira qualificação para buscar trabalho na indústria ou na área de serviços”, disse Fábio Carrion, diretor das unidades de Jundiaí e Itatiba. “Importante é dar oportunidade, em parceria, condições das pessoas crescerem. Quando as pessoas crescem, as possibilidades são absorvidas e os resultados se refletem na sociedade”, concluiu.

Voltada à qualificação profissional e à geração de emprego e renda, o Fundo Social de Solidariedade retoma este trabalho de maneira responsável e gradativa. A promoção deste curso em uma unidade móvel foi apenas uma das medidas utilizadas.

“O distanciamento social ainda é necessário para evitar a contaminação e, desta maneira, optamos por diminuir o número de participantes por turma e, também, por não realizar diversos cursos presenciais, na mesma grade, em nossa sede, no Parque da Uva. Assim, a carreta adaptada do Senai chega em boa hora, uma vez que oferece a infraestrutura necessária para o ensinamento técnico e ainda permite descentralizar o curso”, concluiu a presidente do Fundo Social, Vanessa Machado

Em uma sala de aula sobre rodas, o jovem Caio Fernandez Serra, de apenas 17 anos, enxerga oportunidades para o seu primeiro emprego. Estudante do Ensino Médio, o garoto é um dos alunos do curso gratuito de Auxiliar Mecânico de Manutenção, oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade de Jundiaí, em parceria com a Escola Senai ‘Conde Alexandre Siciliano’. “Quero cursar a faculdade de Direito, mas para custeá-la precisarei trabalhar. Sabendo que a área industrial conta com diversas vagas na região, não pensei duas vezes para me candidatar”.

Leia também:

Já o Victor dos Santos Assis, de 25 anos, está desempregado há três meses e busca uma recolocação no mercado de trabalho. “Estudei no Senai e também conheço o trabalho do Fundo Social voltado à qualificação por meio dos meus pais, que foram alunos em diversos cursos de gastronomia. Tenho certeza que esta capacitação me ajudará bastante”, afirmou.

Mais cursos

De acordo com a diretora, Francine Picardi, novos cursos presenciais serão disponibilizados para a população de Jundiaí, gratuitamente: “As turmas e as datas para as inscrições on-line são divulgadas nos canais oficiais da Prefeitura e do Fundo Social. Em nossa programação, haverá capacitações de diferentes modalidades, como Administrativo, Beleza e Estética, Costura Criativa e Artesanato, entre outros”.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Oportunidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Campanha McDia Feliz será neste sábado

Ação vai beneficiar 67 projetos de 56 instituições que atuam em prol do câncer infantojuve…