Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Julio Cesar Lima Ergesse é um dos três acusados de matar a menina; júri será no fórum de São Roque
Fórum de São Roque
Júri será realizado no Fórum de São Roque. Crédito da Foto: Pedro Negrão / Arquivo JCS (21/8/2015)

Um dos acusados de participar da morte da menina Vitória Gabrielly vai à júri popular nesta segunda-feira (21), às 9h, no fórum de São Roque. Julio Cesar Lima Ergesse, de 24 anos, é um dos três acusados do assassinato da garota de 12 anos, juntamente com Bruno Marcel de Oliveira, de 33 anos, e Mayara Borges de Abrantes, 24 anos.

Segundo o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), estão previstas as oitivas de quatro testemunhas de acusação, uma ouvida pelo assistente da acusação (advogado que representa a família da vítima) e nove ouvidas pela defesa, sendo uma a mesma da acusação.

Os réus responderão por sequestro, homicídio qualificado por motivo torpe, fútil, meio cruel, recurso que impediu a defesa da vítima e ocultação de cadáver.

Leia mais  Acusados por morte de Vitória Gabrielly vão para Tremembé

Os outros dois envolvidos no crime, Bruno e Mayara, haviam solicitado à defesa um recurso para tentar impedir que passassem por júri popular. O Tribunal de Justiça disse ainda que, como o processo corre sob segredo de Justiça, não poderia fornecer mais informações sobre o caso.

Em 26 de fevereiro deste ano, o trio foi convocado para a terceira audiência do caso no fórum de São Roque. Entretanto, Bruno e Júlio não compareceram, quando foi marcada uma nova data para serem ouvidos, em 15 de abril. A audiência durou meia hora e somente a ré Mayara Borges de Abrantes esteve presente, tendo sido interrogada.

Leia mais  Nova audiência do caso Vitória Gabrielly tem ausência de dois réus

Relembre o caso

Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, foi morta em 8 de junho de 2018, em Araçariguama, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS). O corpo da menina, que até estava desaparecida, foi encontrado somente oito dias depois, em 16 de junho. Vitória estava em uma área de mata do município.

O caso ganhou notoriedade pelo fato de se tratar de uma adolescente que, ao ser confundida com a irmã de um rapaz com dívidas de drogas, foi sequestrada pelos três acusados que a agrediram por horas. Após perceberem que o caso havia tomado grandes proporções, eles a assassinaram.

No dia 22 de maio deste ano, a Polícia Civil prendeu o quarto suspeito de envolvimento na morte da estudante. Odilan Alves, de 35 anos, é apontado como comandante do tráfico na região e teria mandado sequestrar a irmã de um usuário de drogas que devia R$ 7 mil ao traficante.

Leia mais  Suspeitos de matar Vitória Gabrielly, em Araçariguama, vão a júri popular

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Falta de acesso ao novo Hospital Regional oferece perigo a pedestres e motoristas

Pacientes e acompanhantes precisam se arriscar na travessia da rodovia Raposo Tavares porq…