A Prefeitura de Itu recebeu nesta segunda-feira, 7,  os envelopes para a licitação da Santa Casa de Itu. Desde novembro, o hospital é gerido com contratos emergenciais, primeiro pelo INCS e agora pela Irmandade de Santa Casa de Misericórdia de São Bernardo.

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura informou ao Jornal Periscópio que após a análise dos documentos, haverá avaliação técnica e análise da proposta de preços. Todo o processo deve durar até 90 dias.

As empresas interessadas foram: https://igaps.org.br/, https://s3saude.org.br/, http://www.igats.com.br/, https://www.imgestao.org.br/ e https://itdm.org.br/.

Medo

Com a abertura dos envelopes, e a constatação de que a Irmandade São Bernardo não prosseguirá na gestão, os funcionários do hospital passaram momentos de muito medo nesta segunda. Eles temiam ficar sem receber seus salários novamente, mas na terça o pagamento foi feito.

Alguns funcionários também reclamaram, ao Jornal de Itu, de represálias sobre uso pessoal de suas redes sociais. Superiores estariam dando ordens para que nada sobre o local seja compartilhado.  “Trabalhamos com medo, insegurança, com super lotação e sem recursos”, lamenta.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Governo anuncia R$ 26 milhões em investimentos para Indaiatuba e região

O Vice-Governador e Secretário de Governo Rodrigo Garcia anunciou nesta quinta-feira (24),…