Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Amanhã mais de 13 mil candidatos de Sorocaba farão as provas de ciências da natureza e matemática
Estudantes se preparam para o 2º dia do Enem
Alunos do Politécnico aproveitaram a semana para revisão das matérias. Crédito da foto: Emidio Marques (8/11/2019)

O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) acontece neste domingo e mais de 13 mil candidatos devem participar do vestibular em Sorocaba. A etapa de amanhã terá foco em exatas e a matemática ainda é a disciplina mais “temida” na avaliação da maioria dos estudantes.

Alunos do terceiro ano do Colégio Politécnico contam que nesta semana fizeram apenas revisão de conteúdo e estão buscando maneiras de relaxar antes da prova. Danilo Teixeira Luvizão, 17, conta que achou a primeira fase mais fácil por se identificar com os temas abordados. “Eu quero cursar Geografia na UFSCar e gosto mais mesmo de humanas. Para o domingo com certeza será mais complicado, mas estou confiante”, conta o adolescente, que evita rotinas cansativas de estudos e conta com o apoio da mãe, que é professora de matemática. Danilo também já foi aprovado em uma universidade particular, para o curso de História.

Focada em ser aprovada em Letras na Universidade de São Paulo (USP), Yasmin de Castro Ferreira, 17, conta que se preparou muito para a prova da Fuvest e por ter feito muitos simulados ao longo do ano no colégio, se sente preparada para o segundo dia de Enem. “Eu só acho que é uma maratona exaustiva de provas. Meus três últimos finais de semana foram de vestibular e ainda têm muitos pela frente”, lembra.

Leia mais  Loja é furtada duas vezes em uma semana na zona norte de Sorocaba

Beatriz Yumi Niterói Kizuka, 17, e Paulo Reginato Nogueira, 17, também já estão com objetivos claros sobre a profissão a ser seguida. Enquanto ela sonha com Relações Internacionais e já está até matriculada em uma universidade, o adolescente quer seguir com Medicina Veterinária. “Eu já fui aprovado em uma particular, mas ainda estou focado na Universidade Estadual Paulista. Acho que se não passar de primeira vou fazer cursinho”, disse. Beatriz conta que seguiu o conselho dos pais e por isso ficará na cidade. “Vou fazer o Enem para me avaliar mesmo. Já fiz no ano passado e fui bem.”

Preparação

Os alunos da rede estadual de São Paulo também estão se preparando durante toda a semana para a segunda parte do exame, que abordará questões de ciências da natureza e matemática. Alguns professores, segundo a Secretaria Estadual de Educação, criaram fichas com questões do Enem de anos edições anteriores para auxiliar na revisão, outros estão realizando meditação para aliviar o estresse e ativar a memória. A ideia é que o exercício ajude os participantes a chegarem no Enem mais concentrados e tranquilos.

Leia mais  Prédio da Câmara de Sorocaba está sem abastecimento d’água há dois dias

Para ajudar os inscritos no exame e mostrar que matemática não é um bicho de sete cabeças, o professor Daniel Ferretto, que é atualmente um dos maiores influenciadores digitais quando o assunto são números, realizou nesta semana três aulões on-line gratuitos. “Uma opção para sanar as últimas dúvidas e dificuldades são as revisões on-line que, geralmente, estão disponíveis em plataformas, blogs e sites especializados e também canais no YouTube, favorecendo, inclusive, a prática de exercícios”, indica o professor.

De acordo com Ferretto, é preciso lembrar dos conteúdos presentes nas matérias básicas. “Os assuntos básicos compõem um imenso percentual da prova do Enem, já que ela é uma avaliação muito mais próxima do dia a dia do aluno, ou seja, as questões são contextualizadas utilizando as quatro operações, porcentagem e regra de três, temas muito cobrados e que, com pouco conhecimento, é possível desenvolver um grande número de questões e assim obter uma pontuação elevada”, explica.

Leia mais  Consumidores usam estratégias de compras na Black Friday

Neste sentido, Ferretto sugere que o aluno em revisão para a prova invista nos assuntos propostos no 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental. “Recomendo o foco também em praticar exercícios de funções de 1º Grau, análise combinatória e probabilidade, geometria plana e geometria espacial e questões de estatística, principalmente as medidas de tendência central que são moda, média e mediana; esses temas, com a matemática básica, representam 70% da prova”. (Larissa Pessoa)

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Encontro com Garfield no Plaza Shopping Itu será neste fim de semana

Como parte da programação de fim de ano, o Plaza Shopping Itu recebe a visita do personage…