Na tarde desta segunda-feira, 30, ás vésperas da saída definitiva da Sociedade Beneficente São Camilo da gestão da Santa Casa, os cartões-pontos foram retirados, assim como os relógios que registravam saída e entrada de cerca de 850 funcionários.

“Estão dizendo que se tentamos entrar amanhã, a Polícia vai impedir”, disse uma fonte ao Jornal de Itu. Viaturas da Guarda Municipal já estão nos arredores do hospital. Funcionários estão saindo de seus turnos sem terem a mínima ideia do que irá ocorrer.

“Nem mesmo  greve podemos fazer. Estamos desamparados”, disse outra fonte, que trabalha há mais de uma década no local e teme por seus direitos trabalhistas.

Uma audiência na tarde de hoje reuniu representantes legais do São Camilo, Irmandade da Santa Casa e Prefeitura de Itu. Todos disseram não serem responsáveis pela dívida trabalhistas dos trabalhadores, que é em torno de R$ 20 milhões.

A Prefeitura, que anunciou na semana passada que irá assumir a gestão do local, junto com o Estado, teria dito na audiência, segundo uma fonte, que uma empresa já está contratando novos funcionários que irão começar amanhã. Muitos, inclusive, já teriam ido fazer entrevista nesta tarde e alguns fazem parte do quadro atual de trabalhadores.

“Eles estão com o contrato aberto, sem salário, sem patrão. Depois de trabalharem durante toda essa pandemia, foram abandonados”, lamenta Waldir De Marchi, do Sinsaúde. “São 850 famílias que ficaram desamparadas. Nosso jurídico esta analisando como podemos ajudá-los”, diz o sindicalista, que está na porta do hospital, na tarde desta segunda-feira, conversando com os trabalhadores.

O prefeito Guilherme Gazzola chegou agora a pouco no local, e foi cercado pelos funcionários. Ele reafirmou que a responsabilidade não é da Prefeitura

Histórico

A Santa Casa já foi administrada pela Prefeitura. A Intervenção do Estado se deu devido a muitos casos de corrupção e superfaturamentos. Esta reportagem da Folha fala sobre os processos judiciais.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Castelo Alimentos está em busca de novos talentos em Jundiaí

A Castelo Alimentos está no mercado há 115 anos e agora procura novos talentos para compor…