Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Homem fez a publicação de um perfil falso no facebook
Dono de perfil em rede social diz ser o autor da morte de Aline Dantas
Dono de perfil diz ter matado Aline Dantas e Vitória Gabrielly. Crédito da foto: Reprodução / Facebook (12/9/2019)

O homem que disse ter matado a jovem Aline Dantas foi detido pela Polícia, em Alumínio. Segundo a Polícia Civil, ele está sendo ouvido pela delegada responsável pelo caso, Luciane Bachir, na delegacia da cidade.

Leia mais  Corpo da jovem Aline Dantas é sepultado em Alumínio

Ele criou um perfil falso no facebook, onde afirmou ter assassinado Aline. No mesmo texto, a pessoa diz ter participado da morte de Vitoria Gabrielly, em Araçariguama. Posteriormente, a conta foi apagada da rede social. Mesmo com o sumiço do perfil, a Polícia Civil já começou a investigar o autor dos comentários.

O perfil continha a foto de um homem idoso. Em uma postagem, o autor escreveu o seguinte texto, reproduzido pelo Cruzeiro do Sul sem alterações: “Realmente fui eu que matei Aline… Ninguém me pegou ano passado fui eu q matei Vitória gabrielly .. filha do Beto … Agora vou matar mais uma menina… Hahaha ninguém vai me pegar.”

Polícia promete ‘todo empenho’ na busca de assassino de jovem em Alumínio
Delegada Luciane Bachir é a responsável pelas investigações do caso. Crédito da foto: Fábio Rogério (11/9/2019)

Essa mensagem foi encaminhada para o perfil de Beto Vaz. Ele é pai de Vitória Gabrielly, assassinada em 2018 na cidade de Araçariguama. A publicação foi feita por volta das 4h da madrugada de quinta-feira (12).

Indignado, Beto Vaz desabafou na mesma rede social. E deu um recado ao autor das postagens. “Você está cometendo um crime, e vai pagar por ele, eu te prometo.”

Relembre os casos

As mortes das duas jovens causaram tristeza e comoção na Região Metropolitana de Sorocaba. Vitória Gabrielly, 12 anos, desapareceu em 8 de junho de 2018. Ela saiu de casa para andar de patins, em Araçariguama, e foi encontrada morta oito dias depois. O corpo de Vitória estava em uma mata perto de uma estrada de terra, no bairro Caxambu. Três pessoas foram presas.

Já Aline Silva Dantas, 19, foi encontrada morta quarta-feira (11) em Alumínio. Ela havia desaparecido domingo (8) após ter saído para comprar fraldas para a própria filha. O corpo de Aline estava em uma área de mata. Ela estava coberta por pedaços de madeira e folhas. (Da Redação)

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Urbes altera cartões do transporte público de Sorocaba

Cartões da família “Com Você” serão substituídos gradativamente por novos cada…