A Juíza Simone Gomes Rodrigues Casoretti, da 3ª Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo, concedeu liminar em Ação Civil Pública da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) contra a retomada das aulas presenciais nesse momento de agravamento da pandemia.

Acatando os argumentos do sindicato, a Juíza determinou que não tenham aulas presenciais nas redes pública e privada de ensino, enquanto perdurarem as fases vermelha e laranja que identificam no plano São Paulo da pandemia as fases mais graves de contágios, números de casos, mortes e saturação do sistema de saúde.

 “Tal cenário se torna ainda mais relevante na medida em que os profissionais da Educação, num contexto de volta às atividades presenciais, não serão expostos somente em sala de aula, mas também nos deslocamentos feitos em transporte público, espaço que, notoriamente, proporciona grande concentração de pessoas.”, diz o documento.

Quer ficar sempre bem informado?

Nos siga no Twitter https://twitter.com/ItuJornal

No Facebook https://www.facebook.com/jornaldeituu

No Instagram https://www.instagram.com/jornaldeitu/

Entre no grupo de Whatsapp https://chat.whatsapp.com/IIqi0vepuDSD2JOoS4mM80

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Secretário Municipal de Sorocaba é preso em força-tarefa

O secretário de Recursos Humanos da Prefeitura de Sorocaba, Rodrigo Onofre, foi preso prev…