O Jornal de Itu recebeu diversas denúncias de professoras que tiveram de participar de um evento no auditório da Secretaria Municipal de Educação nesta semana. A cidade está na fase laranja do Plano SP, onde só e permitido 40% de ocupação, mas o local que tem 400 lugares tinha previsão de receber quase 200 pessoas de uma vez.

“Lá não tem ventilação, é tudo fechado, e entre uma turma de professores sair e outra entrar não dará tempo de limpar. Estamos no pico da pandemia, vamos colocar nossas vidas em riscos”, lamentou uma professora.

Elas chegaram a ter esperanças de que o evento fosse on line, pois o de ontem, segunda-feira, foi desta forma para professores, apenas os coordenadores foram presencialmente. “Mas no final da tarde veio o aviso de que seria presencial nesta terça e quarta. Estamos muito preocupadas”, lamenta uma profissional de Educação que teme por represálias.

As imagens mostram o auditório:

“Até onde a prefeitura está realmente preocupada e empenhada no combate ao Covid-19,  tomando uma postura irresponsável dessas? Sabemos que muitos enfrentam situações no dia a dia de aglomerações, como no transporte público, mas fazer cursos em plena pandemia com todos os recursos que a própria Prefeitura afirma ter disponibilizado para as escolas é muito incoerente”, lamenta outra educadora.

Nesta imagem, é possível ver a distribuição de profissionais e horário dos eventos, com quantidade de pessoas:

Elas ainda reclamam que muitos casos de Covid-19 estão sendo omitidos nas escolas. “As aulas continuam normal, ninguém fica sabendo de nada, é tudo escondido”, lamentam. “Já ganhamos muito pouco e ainda temos que passar por isso”.

Entramos em contato com a Prefeitura de Itu que não retornou até a publicação desta reportagem.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Prefeitura de Salto rescinde contrato com empresa responsável pela Zona Azul na cidade

1 de 1 Prefeitura de Salto rescinde contrato com empresa responsável pela Zona Azul na cid…