Secretaria Municipal afirmou que, se Prefeitura não assumisse o hospital, ele seria fechado

Durante a Audiência Pública de Saúde, realizada na sexta-feira (28), na Câmara de Vereadores de Itu, a secretária municipal de Saúde, Janaína Guerrino, afirmou que se a Prefeitura não tivesse assumido a gestão da Santa Casa de Itu, o  local teria sido fechado pela Secretaria de Saúde do Estado, até então o responsável pelo local desde junho de 1991, através de uma intervenção.

“O Estado foi bastante taxativo em dizer que se a gente não assumisse (…)  pois o Estado não tinha mais interesse em intervenção no hospital. Não tinha mais nenhuma possibilidade a não ser agarrar essa questão”, disse a Secretária.

Em reunião do Conselho de Saúde realizada nesta segunda-feira, Janaína voltou a dizer o mesmo. “O único meio dela (Santa Casa) continuar de portas abertas a partir de 30/11/2020 foi a  intervenção municipal, visto que o Estado não mostrou interesse em  realizar a intervenção e optaria pelo fechamento da instituição.”

A reunião foi reportada pela Prefeitura de Itu na matéria https://itu.sp.gov.br/prefeitura-de-itu-assume-hospital-santa-casa/. Diz o texto: “O prefeito Guilherme Gazzola anunciou, nesta quinta-feira (26/11), que a Prefeitura de Itu fez a requisição do Hospital da Santa Casa de Misericórdia de Itu ao Governo do Estado de São Paulo. O anúncio foi feito após o chefe do Executivo ituano se reunir, na Secretaria Estadual de Saúde, com o secretário da pasta, Jean Gorinchteyn, a diretora do Departamento Regional de Saúde de Sorocaba – DRS XVI, Kely Schettini, e a secretária municipal de Saúde, Janaina Guerino de Camargo.”

A matéria não cita que isso foi uma imposição do Estado e nem cita a possibilidade de fechamento do local, afinal São Paulo fechar uma Santa Casa que atende regionalmente em plena pandemia não seria algo verossímil.

O presidente da Câmara, porém, Thiago Gonçales, durante a Audiência, argumentou que “quem reclama da Santa Casa tem que entender que se está ruim agora, estaria péssimo (sem a Prefeitura) pois estaria fechado.”

Questionamos a Secretaria Estadual de Saúde, que negou a possibilidade de fechamento do hospital se a Prefeitura não tivesse assumido o local. “Não procede a alegação de fechamento da Santa Casa de Misericórdia de Itu. Cumprindo com o compromisso de garantir à assistência da população usuária do SUS na região e ciente da importância desta entidade em combate à pandemia, o Departamento Regional de Saúde (DRS) de Sorocaba auxiliou a Prefeitura de Itu em todo o processo de transição da gestão do serviço, sem prejuízo ao atendimento e assistência aos pacientes.”

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

RD – Droga Raia – Drogasil está com oportunidade(s) para Farmacêutico(a) – v2224454

Descrição Você é apaixonado(a) pelo universo da saúde, beleza e bem-estar? Ama desafios e …