Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Ministério Público do Estado ingressou com ação civil pública contra Marinho Marte (PPS)
Aeroporto de Sorocaba
Pista de taxiamento no aeroporto de Sorocaba. Crédito da foto: Erick Pinheiro (27/6/2018)

O Ministério Público do Estado de São Paulo (MP-SP) ingressou com uma ação civil pública contra o vereador afastado de Sorocaba Marinho Marte (PPS). O processo na Justiça trata de extorsão. A ação tramita desde quinta-feira (19) e foi a evolução de um inquérito civil que investigava o caso. O procedimento é de responsabilidade do promotor Orlando Bastos Filho.

Leia mais  Justiça nega novo recurso e mantém Marinho Marte afastado do cargo

Conforme o procedimento, em 2016, o então vereador teria tentado extorquir R$ 300 mil para facilitar a aprovação de um projeto de lei. Trata-se da ampliação de uma pista de táxi aéreo no Aeroporto de Sorocaba pela Associação de Proprietários, Permissionários e Operadores de Hangares do Aeroporto de Sorocaba (Aprohapas).

‘Prints’ de conversas integram a investigação. Crédito da foto: Reprodução/MPSP

A Aprohapas arcaria com os custos da obra mediante a transferência da área, que precisaria ser validada pela Câmara. Acompanhado de um advogado e de dois delegados de polícia, o presidente da associação, que seria vítima da extorsão, procurou o Ministério Público e relatou a situação. Procurado para comentar o caso, Marinho Marte afirmou que não tinha conhecimento da ação. (Marcel Scinocca)

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Estado anuncia projeto para aumentar salário inicial de professor

A principal mudança é que, a partir de 2020, o salário inicial do professor no regime de 4…