Os vereadores Edemilson Pereira dos Santos, Cícero Granjeiro Landim e Márcio Conrado, da Câmara de Salto, apresentaram nesta quarta-feira, dia 25, um ofício aos membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal sugerindo a diminuição do valor de subsídio mensal de vereadores, prefeito, vice-prefeito e secretários municipais  em 50%, durante a vigência do Estado de Calamidade Pública Nacional.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal é formada pelos vereadores: Lafaiete Pinheiro dos Santos (presidente), Roberto Natalino Silveira (vice-presidente), Otávio José Castanha Miralhes (primeiro-secretário) e Vinícius Saudino de Moraes (segundo-secretário). Os membros são os responsáveis em verificar os reajustes e ou reduções de subsídios.

O documento foi apresentado devido à proliferação do novo Coronavírus (Covid-19), a possibilidade de muitos contaminados, existência de mortandade, ocupação em massa de Unidades Básicas de Saúde e Hospitalares, escassez de produtos de primeira necessidade e crise econômica asseverada. Diante disso, tal medida se faz necessária, de acordo com os vereadores.

Segundo consta no Ofício: “Considerando a atual legislatura com 17 (dezessete) edis (um destes na figura de seu Presidente), mais o Senhor Prefeito Municipal e o Senhor Vice-Prefeito, e as 15 (quinze) Unidades Administrativas (da Administração Pública Municipal Direta ou Indireta) e seus respectivos Secretários Municipais, estamos falando de 34 (trinta e quatro) Agentes Políticos, nos próximos 09 (nove) meses (duração prevista da calamidade pública), ou seja, uma economia significativa.”

Conforme salientam os vereadores autores da solicitação, trata-se de respeito e bem estar da nossa população, sem contornos políticos partidários, para que os recursos sejam destinados para a rede de Saúde Municipal no combate à disseminção do novo Coronavírus em nosso município.

Nesta tarde, o vereador Edemilson Santos, representando os outros dois edis, se reuniu com o presidente Lafaiete em sua residência, quando entregou o Ofício e aguarda um posicionamento o mais breve para que o Legislativo dê o exemplo e cumpra com seu papel de pensar no interesse coletivo.

O presidente Lafaiete declarou ao vereador Edemilson que irá analisar a proposta junto com os membros da Mesa e Jurídico da Casa de Leis.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Aves são achadas congeladas em freezer de criadouro particular em Salto

Um homem de 42 anos foi preso em flagrante na última quinta-feira (29) por manter animais …