A partir deste sábado (26/01), às 19h30, no Museu da Música – Itu, o Coral Vozes de Itu e a Secretaria Municipal de Cultura iniciam uma série de concertos históricos que lembram o bicentenário de morte do mais antigo compositor ituano, o Padre Jesuíno do Monte Carmelo, falecido em 1819. Os eventos são uma realização conjunta com o Museu da Música – Itu e o Instituto Cultural de Itu.
O primeiro dos “Concertos Históricos de Itu” contempla seis obras sacras compostas entre 1780 e 1890, remanescentes da antiga Novena do Senhor Bom Jesus, atribuídas a músicos de Itu e São Paulo: André da Silva Gomes, Padre Jesuíno do Monte Carmelo, Padre Jerônimo Pinto Rodrigues, Elias Lobo e Tristão Mariano da Costa, que formam cinco gerações de compositores. A festa do Senhor Bom Jesus teve início em 1766, na igreja de mesmo nome, celebrada em janeiro. Parte de seu repertório foi conservada em velhos arquivos locais.
Itu é a cidade do interior paulista que preserva o maior conjunto de obras musicais dos séculos XVIII e XIX, no acervo do Museu da Música. O projeto “Concertos Históricos de Itu” visa divulgar ao longo de dez concertos, entre janeiro e novembro, parte desse repertório. Todos os eventos são gratuitos e têm entrada livre.
As músicas foram restauradas em 2017 e os pesquisadores do museu consideram que se trata do mais antigo conjunto de composições próprias de Itu, que incluem obras que representam extraordinário patrimônio da música paulista dos períodos barroco e romântico.
O evento, em formato didático, conta com a participação do Coral Vozes de Itu, dirigido pelos maestros Luís Roberto de Francisco e Paulo Zeppini. O Museu da Música – Itu fica na Rua Floriano Peixoto, 480, centro.

Artigos relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

Leia também

Confira as manchetes deste sábado, 25 de maio de 2019

Bom dia! Nossa coluna está de volta ao ar. Todos os dias, de segunda a sábado, às 05h30, c…