A partir deste sábado (26/01), às 19h30, no Museu da Música – Itu, o Coral Vozes de Itu e a Secretaria Municipal de Cultura iniciam uma série de concertos históricos que lembram o bicentenário de morte do mais antigo compositor ituano, o Padre Jesuíno do Monte Carmelo, falecido em 1819. Os eventos são uma realização conjunta com o Museu da Música – Itu e o Instituto Cultural de Itu.
O primeiro dos “Concertos Históricos de Itu” contempla seis obras sacras compostas entre 1780 e 1890, remanescentes da antiga Novena do Senhor Bom Jesus, atribuídas a músicos de Itu e São Paulo: André da Silva Gomes, Padre Jesuíno do Monte Carmelo, Padre Jerônimo Pinto Rodrigues, Elias Lobo e Tristão Mariano da Costa, que formam cinco gerações de compositores. A festa do Senhor Bom Jesus teve início em 1766, na igreja de mesmo nome, celebrada em janeiro. Parte de seu repertório foi conservada em velhos arquivos locais.
Itu é a cidade do interior paulista que preserva o maior conjunto de obras musicais dos séculos XVIII e XIX, no acervo do Museu da Música. O projeto “Concertos Históricos de Itu” visa divulgar ao longo de dez concertos, entre janeiro e novembro, parte desse repertório. Todos os eventos são gratuitos e têm entrada livre.
As músicas foram restauradas em 2017 e os pesquisadores do museu consideram que se trata do mais antigo conjunto de composições próprias de Itu, que incluem obras que representam extraordinário patrimônio da música paulista dos períodos barroco e romântico.
O evento, em formato didático, conta com a participação do Coral Vozes de Itu, dirigido pelos maestros Luís Roberto de Francisco e Paulo Zeppini. O Museu da Música – Itu fica na Rua Floriano Peixoto, 480, centro.

Artigos relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais em Cultura

Deixe uma resposta

Leia também

Defesa Civil de Salto participa do 3° Treinamento para Plano de Contingência de Barragens

A Defesa Civil de Salto esteve presente no 3° Treinamento do Módulo do Plano de Ação de Em…