por G1 Sorocaba e Jundiaí

Apenas um exame de DNA irá apontar se o corpo carbonizado encontrado na área rural do bairro Guarujá, em Salto (SP), na quarta-feira (8), é de uma jovem desaparecida dois dias antes.

De acordo com o boletim de ocorrência, Priscila Martins, de 18 anos, foi vista pela última vez com um bracelete prata, piercing no nariz, uma camiseta de desenho e aparelho nos dentes.

Segundo informou a Polícia Civil anteriormente, os objetos apreendidos na área do crime são semelhantes ao da jovem.

A mãe de Priscila fará a coleta do material genético, que será confrontado com o colhido no corpo, no Instituto Médico Legal (IML).

Roupas e um chinelo foram encontrados ao lado do corpo na zona rural de Salto (SP) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Roupas e um chinelo foram encontrados ao lado do corpo na zona rural de Salto (SP) — Foto: Divulgação/Polícia Civil

No registro do desaparecimento, que foi feito nesta segunda-feira (13), a mãe de Priscila afirmou que na segunda-feira (6), por volta das 18h30, a filha saiu de casa e não retornou. O celular dela foi deixado na casa e foi apresentado à polícia para uma perícia.

A área onde o corpo foi encontrado é um terreno que pertence a uma fazenda. Este é o segundo corpo achado no local, que fica próximo a uma torre de alta tensão. O caso continua sob investigação e nenhum suspeito foi preso.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Boletim Coronavírus Itu – 183

A Secretaria Municipal de Saúde informa que Itu conta com 4079 casos confirmados, 3833 cas…