Uma instabilidade técnica no sistema de notificação de casos leves de covid-19 – o E-SUS do Ministério da Saúde- dificultou a inserção de dados realizada pelos municípios, provocando um acúmulo e, em seguida, um salto no número de casos registrados no estado de São Paulo, informou a Secretaria de Estado de Saúde nesta quarta-feira (22). 

Nas últimas 24 horas, o estado de São Paulo registrou 16.777 casos confirmados de covid-19. No dia 18 de julho, pela mesma razão, o estado chegou a contabilizar mais de 19 mil casos em um único dia.

O maior número de casos registrados no período de 24 horas no estado, portanto, ainda é do dia 2 de julho, com total de 12.244 confirmações.

“Os dados [desta quarta] não significam um crescimento na velocidade da transmissão do coronavírus no Estado de SP, já que o acumulado de novos casos dos últimos sete dias apresentam queda de 10% comparado com os dados dos sete dias anteriores”, declara o órgão.

O estado soma 439.446 casos confirmados do novo coronavírus, com 299.647 pessoas recuperadas, sendo 60.866 curadas após internação. Até este momento, o estado registra 20.532 mortes por covid-19 [a doença provocada pelo novo coronavírus], sendo 361 delas contabilizadas nas últimas 24 horas.

Há 5.416 pessoas internadas em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) de todo o estado em casos confirmados ou suspeitos da doença, além de 8.055 pessoas internadas em enfermarias. A taxa de ocupação de leitos de UTI no estado está em torno de 66,5%, enquanto na Grande São Paulo gira em torno de 64%.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Rio: MP pede Plano de Gestão de Óbitos para ‘cenário de óbitos em massa’

A capital carioca registrou, até a quinta-feira (14), 1.509 mortes confirmadas por contami…