Foto: Willian Gregio

Compartilhe!

Diferente do que vem sendo divulgado nas redes sociais, técnicos da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) descartaram o risco de Limeira ou Piracicaba ser atingida caso haja um rompimento da barragem da Usina PCH (Pequena Central Hidrelétrica), na represa de Salto Grande, em Americana (SP).

ASSISTA E ENTENDA O CASO!

A barragem inicialmente havia sido colocada entre as 45 que preocupavam autoridades no país, mas o relatório divulgado em novembro do ano passado se baseava em dados fornecidos em 2017, e levava em conta informações dos próprios fiscalizadores, que no caso de Salto Grande é a Aneel.

Em contato com a Prefeitura de Americana, o Rápido no Ar foi informado de que a barragem não aponta risco à população e que o relatório da ANA (Agência Nacional de Águas) também não traz o custo para recuperação da barragem e áreas atingidas justamente porque não são necessários ao local.

Funcionários da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) estiveram em Americana, por duas vezes nos últimos dois anos, e descartaram qualquer tipo de risco de rompimento.

Nossa equipe procurou o professor da Unicamp, Hiroshi Yoshizane que já trabalhou na construção de mais de 18 barragens. Ele explicou que se houvesse um evento rompimento a água se quer teria força para chegar em Limeira.

Compartilhe!

Artigos relacionados
Carregar mais por admin
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Acidente deixa um morto e um ferido na SP-264

Acidente deixa um morto e um ferido na SP-264 em Salto de Pirapora — Foto: Arquivo pessoal…