O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) chegou a pedir, em março, a prisão preventiva do padre Robson de Oliveira Pereira, reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno e presidente da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), mas o pedido foi negado pela Justiça. Na época, foram concedidos o bloqueio das contas das empresas envolvidas nos supostos desvios de recursos oriundos de doações de fieis, medida que antecedeu a deflagração da Operação Vend…

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

02.03 – Boletim coronavírus

Boletim referente aos dados atualizados no dia 02/03/2021, às 17h00min EM RELAÇÃO AOS CASO…