O Instituto de Relações Internacionais (IRI) da Universidade de São Paulo (USP) e a Escola do Comando Maior do Exército (Eceme) firmaram um acordo de cooperação para fortalecer o intercâmbio entre os seus programas de pós-graduação que abordam os temas da segurança internacional e da defesa nacional em diversas agendas, como meio ambiente, segurança cibernética e operações de paz.

O general de Brigada Rodrigo Pereira Vergara, comandante da Eceme, abriu a cerimônia ao abordar a história da escola, criada em 1905, e as semelhanças que a aproximam da USP.

“As duas instituições são voltadas ao futuro, à transformação, e procuram antecipar os acontecimentos. As duas instituições servem o povo brasileiro e agora estreitam as relações no campo acadêmico, incentivando a pesquisa e a inovação, oferecendo futuros profissionais cada vez mais bem capacitados para o desempenho dos seus trabalhos”, explicou Vergara ao Jornal da USP.

O diretor de Educação Superior Militar, general de Divisão Jorge Cardoso Martins, ressaltou a importância de o Exército Brasileiro reforçar a interação com a sociedade e o pensamento inovador. “Que a maior e mais destacada instituição de ensino do País e o Exército possam alcançar seus objetivos em prol da educação e do conhecimento, contribuindo para um Brasil melhor e mais esclarecido sobre os temas da defesa”, afirmou ao Jornal da USP.

Conhecimento

O acordo de cooperação entre o IRI e a Eceme consolida o relacionamento entre a universidade e o Comando do Exército, que tem se fortalecido desde 2018, quando as duas instituições firmaram um memorando de entendimento para ampliar e intensificar o intercâmbio de conhecimento e a cooperação na capacitação de recursos humanos, na pesquisa e no desenvolvimento de sistemas, materiais e equipamentos.

“Em todo o mundo, as Forças Armadas e as instituições de ensino e pesquisa têm uma sólida interação, formando parcerias para o desenvolvimento do conhecimento. Desde 2018, graças ao apoio das Forças Armadas, a USP conseguiu desenvolver importantes pesquisas que interessam não apenas à academia, mas também ao desenvolvimento de nossas indústrias”, ressaltou o reitor da universidade, Vahan Agopyan, ao Jornal da USP.

“Estamos construindo essa parceria há alguns anos, já fizemos ações e eventos conjuntos, oferecemos disciplinas juntos, promovemos o intercâmbio de alunos, além de um projeto de pesquisa. A ideia agora é ampliar essas atividades acadêmicas, além de incentivar um intercâmbio maior com outras áreas do conhecimento”, salientou ao Jornal da USP a diretora do IRI, Janina Onuki.

A cerimônia virtual de assinatura do acordo de cooperação foi realizada na última quarta-feira (29) e contou com a participação do superintendente de Relações Institucionais da USP, Ignácio Maria Poveda Velasco; do general do Exército, Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva; do coronel de Infantaria, Carlos Eduardo de Franciscis Ramos; e de outros representantes da universidade e do Exército.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Notícias

Deixe uma resposta

Leia também

Governo de SP se reúne com cidades que registraram salto nos casos de Covid-19

Reprodução Governo de São Paulo vai se reunir com prefeitos de 62 cidades O Governador de …