Quer receber as principais Notícias de Salto e região pelo Facebook Messenger? Inscreva-se agora.
Local é usado por clientes de supermercado; Urbes fará vistoria
Carros estacionados em calçada motivam reclamações na Vila Haro
Pedestres têm de caminhar pela rua, pois já não há espaço suficiente na calçada. Crédito da foto: Emidio Marques (13/8/2019)

Moradores da Vila Haro estão descontentes com uma parte do estacionamento de um supermercado localizado na rua Pedro José Senger, esquina com a rua Aristides Silva Lobo. Clientes do estabelecimento utilizam a calçada como estacionamento, obrigando os pedestres a caminhar pela rua. O gerente do supermercado, Marcos de Almeida, informou que já fez solicitação na Urbes — Trânsito e Transporte para encontrar uma solução para o problema, mas ainda aguarda uma visita da equipe de engenharia da empresa pública.

A dona de casa Sueli Aparecida Fidêncio, 53, conta que o problema ocorre há anos e é comum observar pessoas transitando pela rua, se arriscando entre os carros. “Eu estou com a minha neta no carrinho de bebê e sou obrigada a sair da calçada porque os carros ocupam todo o espaço”, disse.

Já a professora Marta Ferreiro Piovezani, 55, mora próximo ao supermercado e afirma que a Vila Haro é um bairro com muitos idosos e o estacionamento irregular prejudica a população. “Dá para ver que a guia é toda rebaixada, propícia para que os carros subam, mas um cadeirante, por exemplo, é desrespeitado.” Ela reside no bairro há 11 anos e afirma que quando carros pequenos estacionam, os danos são menores, mas muitas caminhonetes também ficam paradas no local.

Outra moradora que fez a denúncia, mas preferiu ter a identidade preservada, alega que o movimento de carros é intenso nas proximidades do supermercado. “Nessa via passam ônibus das linhas Jardim Gutierres e Interbairros e é comum as pessoas terem que andar pela rua”, afirma.

Marcos de Almeida, gerente do supermercado, afirma que as reclamações começaram recentemente e para evitar transtornos aos vizinhos, apagou a sinalização de estacionamento na calçada e aguarda uma visita da equipe de engenharia da Urbes para regularizar a situação. “Tendo o aval da Urbes, vamos sinalizar que as vagas serão para carros pequenos, no ângulo de 45º ou mais, respeitando o espaço de 1,8 metro para o pedestre”, justificou.

Leia mais  Motoristas reclamam de multas em estacionamento da Armando Pannunzio

O gerente foi na semana passada até a sede da Urbes e solicitou a visita, mas ainda aguarda um retorno. “Estamos aqui no bairro há quase 20 anos e não queremos prejudicar ninguém. Disponibilizamos também um amplo estacionamento aos clientes e estamos trabalhando para atender todas as normas.” Marcos também afirmou que o supermercado dispõe de um funcionário para cuidar dos veículos dos clientes e até manobrar, caso seja necessário.

Procurada, a Urbes informou que “técnicos do setor de Engenharia de Tráfego estarão vistoriando o local em breve”, para avaliar a questão. Estacionar sobre o passeio é infração grave de trânsito, prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Além da perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) o condutor pode ser autuado com multa no valor de R$ 127,69 além de ter o carro removido. (Larissa Pessoa)

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Venda de sanduíche neste sábado vai para o Gpaci

O hospital atende a cerca de 300 crianças e adolescentes Acontece mais uma edição do McDia…