Alguns funcionários da Santa Casa de Itu procuraram o Jornal de Itu nesta sexta-feira para reclamarem que estão sem receber o salário relativo a dezembro. “A maioria aceitou trabalhar para a INCS, mesmo com salário menor, pensando nos pacientes. Com a falta de pagamento, estão todos muito desmotivados e revoltados”, disse uma fonte.

Segundo outra fonte, os funcionários tiveram diminuição de salário, alguns perderam o plano de Saúde e já não têm direito de guardar o carro no estacionamento. “Estamos ouvindo falar sobre aumento de leitos de UTI, mas já estamos trabalhando no limite, não tem como exigir mais dos que estão aqui.”

A alegação da empresa gestora da Santa Casa,  Instituto Nacional de Ciências e Saúde (INSCS), seria que a Prefeitura não repassou o valor devido e com isso seria impossível o pagamento.

Procuramos o porta-voz da empresa, o advogado Bruno Côrrea, que confirmou a informação. “O Estado não repassou para a Prefeitura, que não repassou para a gente”, diz. Segundo ele, o repasse estadual não teria sido feito por questões burocráticas.

Ele disse que o valor que deveria ter sido repassado,em 10/12/2020, é de R$3.895.000,00. “Em 22/12/2020, ainda sem o repasse do Estado, a prefeitura transferiu de recursos próprios o valor de R$328.000,00”.

E segundo ele, no momento em que conversava com nossa reportagem, a Prefeitura teria repassado, também de recursos próprios, R$ 1.400.000,00. “Desta forma, ao menos os funcionários serão pagos, restando médicos e outras despesas”.

A Santa Casa tem, atualmente, 348 funcionários, fora os médicos. Ele esclareceu ainda que cortes que o governador Doria fez na verba de algumas Santas Casas não afetou Itu, pois “era uma espécie de verba extra, que já não recebíamos”.

Procuramos a Secretaria Estadual de Saúde, que até a publicação dessa reportagem não respondeu.

Transição

 A INCS assumiu, emergencialmente, a gestão da Santa Casa com a saída do São Camilo, em 30 de novembro de 2020.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Governo de SP tem plano de leiloar a Emae ainda este ano

O governo de São Paulo se prepara para vender neste ano sua última estatal no setor de ene…