Através de um decreto publicado nesta quinta-feira, 19, o prefeito de Porto Feliz pediu para que o comércio da cidade feche as portas. A medida vale por trinta dias.

Deverão ser fechados, além dos comércios, shopping centers, casas noturnas, buffets, clubes sociais e esportivos, bares e lanchonetes. O decreto ainda cita academias, salões de cabeleireiros, consultórios odontológicos, clinicas de estética, igrejas e templos.

Poderão ficar abertos apenas farmácias, supermercados, açougues, quitandas, peixarias, padarias, postos de combustíveis, distribuidoras de gás e água e lojas de ração para animais.

Nestes estabelecimentos deverão ser intensificadas as limpezas e disponibilizar álcool em gel para os clientes.

Os bancos, agências de correio, casas lotéricas, fábricas e indústrias deverão obedecer às recomendações das Autoridades Sanitárias. O transporte público circulará com frota reduzida em 50%.

O documento ainda estabelece que todos os leitos de UTI, semi intensivo e hospitalares estão reservados para atendimento aos munícipes.

A fiscalização será feita pela Guarda Civil Municipal.

Coronavírus

Na última contagem do IBGE, Porto Feliz tem  52. 785 habitantes. Até o último boletim divulgado, são 16 casos descartados,  oito suspeitos e nenhum confirmado. Sete casos seguem monitorados e isolados em suas residências. Um está internado em isolamento.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

RD – Droga Raia – Drogasil está com oportunidade(s) para CAGC – Atendente de Loja – v2122617

Descrição Você é apaixonado(a) pelo universo da saúde, beleza e bem-estar? Ama desafios e …