O prefeito de Itu (SP), Guilherme Gazzola (PL), anunciou a suspensão do rodízio no abastecimento de água a partir desta quarta-feira (23) na cidade.

Os bairros voltam a receber água nesta segunda (21) e a normalização total do serviço deve ser feita até quarta-feira.

Até o momento, a precipitação registrada no município foi de cerca de 136 milímetros, que foi o suficiente para aumentar a capacidade dos mananciais. Confira os números:

  • Bacia do Itaim: 70%
  • Bacia do Taquaral/Pirapitingui: 80%
  • Bacia do Braiaiá: 85%
  • Bacia do São José: 90%
  • Bacia do Gomes: 40%
  • Bacia do São Miguel/Varejão: 90%
  • Bacia do Mombaça: 100%
  • Bacia do Pirajibu: 100%

Com a estiagem registrada nos meses anteriores, a CIS anunciou o rodízio no início de dezembro. De acordo com a companhia, a cidade enfrentou o menor índice de chuvas desde 1998. Na data, os mananciais estavam com níveis baixos, chegando a 7% na Bacia do Itaim.

Durante o período de rodízio, a prefeitura também intensificou a fiscalização de forma a evitar o desperdício de água. Durante uma transmissão ao vivo nesta segunda-feira (21), Gazzola informou que a ação será mantida mesmo com a suspensão do rodízio.

Segundo ele, pessoas que flagrarem situações de desperdício devem fazer uma denúncia. Em alguns casos, caso haja necessidade, a equipe pode aplicar uma multa para o morador que não estiver contribuindo.

São consideradas situações de desperdício de água ações como lavar calçada com o uso contínuo de água, molhar ruas continuamente, manter torneiras, canos, conexões, válvulas, caixas de água, reservatórios, tubos ou mangueiras eliminando água continuamente, e lavar veículos com uso contínuo de água.

“Também vamos ficar de olho no consumo normal de água. Caso ultrapasse os 30%, podemos implantar um limite e, se necessário, fazer o corte no abastecimento da região. Não é justo todos pagarem pelo descaso de alguns”, disse.

Artigos relacionados
Carregar mais por - redação
Carregar mais em Região

Deixe uma resposta

Leia também

Mesmo com pandemia, PAT de Jundiaí recoloca mais de 1,5 mil trabalhadores

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Jundiaí, recebe entre 200 a 400 acessos por…